PÁGINA OFICIAL DA CONCELHIA DA AMADORA DO CDS-PP
Com outra ambição, a Amadora pode ser diferente. Pode ser um local aprazível e seguro para viver, mas também um município dinâmico e inovador, capaz de atrair investimento e gerar empregos qualificados. Mãos à obra, porque a Amadora merece uma nova esperança, um novo rumo, um futuro melhor!



quarta-feira, 25 de junho de 2008

Venteira: Mercado Gera Polémica

.
Partidos da oposição questionam “estranho projecto imobiliário”.

O concurso de ideias lançado pela Junta de Freguesia da Venteira para a requalificação do mercado local teve apenas um concorrente e o projecto, aprovado entretanto por unanimidade pelo executivo local, foi alvo de contestação na Assembleia de Freguesia, onde só mereceu os votos favoráveis do PS e do PSD.

Segundo o CDS-PP, uma das forças políticas que se mostrou contra esta opção, a Junta de Freguesia está a “promover um estranho projecto imobiliário”. A proposta vencedora prevê a construção de um bloco composto por dois edifícios de habitação de três pisos. “Em troca deste negócio, cujo valor ultrapassa os 7 milhões de euros, a referida empresa compromete-se a construir um pequeno mercado no piso térreo do empreendimento”, aponta João Castanheira, presidente da Concelhia da Amadora do CDS-PP.

O voto desfavorável deste partido à proposta assenta na consideração de que “é contrário ao interesse da cidade que o Mercado da Venteira seja substituído por mais um empreendimento residencial, num concelho que apresenta já a maior densidade populacional do país” e por ser “indecoroso que seja a própria Junta de Freguesia a promover a especulação imobiliária, a coberto de um projecto de reabilitação do mercado”.

Também a CDU acusa que este é “um grande negócio para o parceiro privado que vai construir e vender habitação num terreno que não é seu”.

Contactado pelo JR, RicardoCarmo, membro do executivo da junta que tem a seu cargo o pelouro do mercado, esclareceu que “esta é a solução que a junta apresenta, até porque foi a única” mas que “terá de ser apreciada e votada na Câmara Municipal”.

Sobre esta matéria, o “CDS-PP vai questionar o presidente da Câmara Municipal sobre este negócio, com o objectivo de saber se Joaquim Raposo é favorável ao mesmo e se a autarquia está disponível para licenciar este vergonhoso projecto imobiliário”.
.
Notícia Jornal da Região
25-06-2008

2 comentários:

José Carlos disse...

o que os senhores da CDU não dizem, mas deviam era:

1- como deixaram o mercado...

2- as contas, das ultimas obras que fizeram no mercado, para quem não sabe pagaram a obra antes de estar concluída, e o empreiteiro fugiu!!!

CDU é obra !

Anónimo disse...

Ó Sr. José Carlos o que é que o cu tem a ver com as calças?
Já vi que andas a tirar um curso em alguma juventude partidária.